top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Filme sobre Jair Rodrigues é o segundo nacional mais visto nos cinemas

Nesta quinta-feira (4/05) completa uma semana desde o lançamento do documentário “Jair Rodrigues: Deixa Que Digam”, nos cinemas. Dirigido por Rubens Rewald, o longa fez a segunda melhor bilheteria entre os filmes nacionais, ficando atrás somente de “Ninguém é de Ninguém” (Sony), de acordo com a plataforma Box Office Brasil.



“Ultimamente, as estreias nacionais têm sido uma ducha de água fria para produtores e distribuidores, mas nosso Jairzão nos deu um banhinho morno e gostoso”, comenta Rubens, que comemora: “Estamos empenhados em fazer com que cada vez mais pessoas possam ir aos cinemas assistir a este filme que mantém viva a memória de uma personalidade tão alegre, potente e transformadora como Jair Rodrigues”.

Com distribuição da Elo Studios e produção da Confeitaria de Cinema, o documentário tem tocado uma audiência de, até o momento, 1.054 pessoas que, em diversas sessões, aplaudem trechos icônicos como a apresentação de Jair com a canção “Disparada”, de Geraldo Vandré e Théo de Barros, e o show da última cena, que encerra o longa em clima de emoção, capaz de despertar a memória afetiva de quem viveu este momento da história.

O filme foi exibido no festival É Tudo Verdade, em 2020, e venceu na categoria de Melhor Filme pelo Voto do Público na Mostra XIII Brazilian Film Festival, de Chicago, em 2022.

Acessibilidade nas telas de cinema

A Elo Studios, em parceria com a Mobi LOAD, irá disponibilizar acessibilidade para o filme “Jair Rodrigues: Deixa Que Digam”.

Para isso, o público precisa baixar o app da Mobi LOAD, de forma gratuita em seu celular pela Play Store ou Apple Store, escolher qual acessibilidade deseja e, assim que o filme se iniciar na sala de cinema, sincronizar seguindo as instruções do aplicativo.

Entre as opções estão legenda, audiodescrição e libras, garantindo que todos possam ter a experiência de acompanhar o filme em tempo real.

Comments


bottom of page