top of page
  • Guilherme Moro

Filhos da Bahia lança primeira parte de seu álbum de estreia

A palavra "bença" é uma alteração popular do substantivo "benção", que significa "ato ou efeito de abençoar", dar um voto de proteção a alguém. É bastante utilizada por pessoas carregadas de espiritualidade como um pedido aos mais velhos para olharem seus caminhos.



E é isso que a banda Filhos da Bahia anseia em seu álbum de estreia: licença para perpetuar a história de seus pais na música baiana e trazer a cultura do axé a um novo público. O projeto audiovisual será dividido em duas partes, e a primeira chega aos tocadores de música no dia 13 de janeiro e com os clipes de todas as faixas disponíveis no YouTube no mesmo dia.


A primeira faixa de "Bença!" é o carro-chefe do álbum e a apresentação da identidade do grupo formado por Migga, João, Raysson e Zaia - filhos de Carlinhos Brown, cantor Saulo, Tonho Matéria e Reinaldinho, respectivamente. Unindo tradição com modernidade, "Sem Moderação" é uma música inédita que mescla os tambores percussivos com beat eletrônico, chegando a um ritmo que eles denominam como axé beat.


Seguindo a mesma estética, a segunda faixa é a releitura do clássico "Eu Também Quero Beijar" de Pepeu Gomes. A versão foi o primeiro single lançado pelos Filhos da Bahia, em 2022, e possui sonoridades do axé com elementos do Lo-Fi - gênero de som relaxante que tem crescido muito entre os jovens atualmente.





O pedido de bença dos jovens artistas está registrado na terceira faixa, em um medley com as músicas que ficaram eternizadas nas vozes de seus pais: "Liberar Geral", do Reinaldinho, "Circulô", de Saulo, "Toneladas de Desejo", de Carlinhos Brown, e "Dia dos Namorados", de Tonho Matéria.


O samba é homenageado na regravação de "Alguém Me Avisou", de Dona Ivone Lara, com a participação de Psirico. E o clássico "Eva", música obrigatória em todos os carnavais do Brasil, encerra o álbum em um feat. que une nomes consagrados com a nova geração do axé: Ivete Sangalo, Ninha, Tonho Matéria, Jhaca, Paulinho da Bahia, Diggo e Filipe Escandurras.

bottom of page