top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Felipe Parra se une ao produtor Patrício Sid no single “Vazio”

As inseguranças, incertezas e aparências do mundo moderno dão o tom de “Vazio”, novo single do cantor e compositor Felipe Parra que ganha os beats climáticos de Patrício Sid, produtor em ascensão no rap nacional direto de Santa Catarina.



Unindo as vibrações litorâneas de Sid ao clima urbano de Parra, a colaboração é o primeiro feat destes dois representantes da nova geração da música brasileira, abrindo caminho para uma segunda faixa a ser lançada ainda este ano. “Vazio” chega às principais plataformas acompanhada de um visualizer.


Patrício Sid vem conquistando espaço com seu projeto Nômade ou produzindo nomes como Jean Tassy e Yago Opróprio, somando no total mais de 30 milhões de streams. Já Felipe Parra está em trajetória crescente desde que lançou seu primeiro álbum solo, “Estrela”, em abril. O trabalho foi um mergulho pessoal e dançante por ritmos das suas origens, na Zona Leste de São Paulo, mesclando influências de indie pop, hip hop e música brasileira.



No final de 2022, Felipe vai revelar algumas canções que mostram seus novos rumos criativos. Fazia sentido, então, buscar parceiros musicais para além da sua zona de conforto.


“Acho que o Patrício tem uma linguagem que é atual, mas ao mesmo tempo popular que casa muito com o meu trabalho. Eu escrevi pra ele, começamos a conversar e rolou uma sintonia muito forte. Ele apostou pra caramba no meu som, por se identificar e achar que tem muito a ver a minha história com a dele. Nós já estamos produzindo uma outra música que vai sair ainda esse ano”, adianta Parra.


A gravação foi toda realizada à distância, com composição de Felipe e muitas trocas de referências até chegarem nas batidas etéreas e climáticas de “Vazio”. A canção se une a “Foto de Agora”, outro feat recente de Parra, dessa vez com Souto MC, já disponível nos serviços de música. O cantor e compositor segue revelando novidades e propondo novas abordagens sobre os desejos e amores urbanos.

Comentarios


bottom of page