• Guilherme Moro

Feira Internacional da Música do Sul (FIMS) anuncia programação completa com shows e workshops

Um dos principais eventos musicais no país, finalista do Prêmio Profissionais da Música nas últimas duas edições e contemplada no Prêmio FUNARTE Festivais de Música 2021, a FIMS (Feira Internacional da Música do Sul) anuncia sua programação completa com mesas de debate, showcases e workshops. O evento acontece entre os dias 02 e 05 de novembro em Curitiba no Centro Cultural Sistema FIEP e Cine Passeio.



Desde 2016, a FIMS se consolida como um espaço de aprendizado, desenvolvimento, profissionalização e encontro. Buscando novos olhares e sons, o evento trará também parte da sua programação com transmissão online ao vivo no YouTube da feira e shows especiais ocupando a noite curitibana.


“Pensamos a programação para que existam poucas atividades paralelas e todos possam curtir todos. Não tem um tema geral da conferência, mas focamos em assuntos que estão movimentando o mercado como parcerias público-privadas, sobre o rap e os espaços para culturas periféricas no centro do debate e até sobre o TikTok. Além disso, teremos workshops interessantes para quem quer se profissionalizar. Estamos muito felizes de fazer esse encontro, nesse momento de resistência, com pessoas de todo o pais”, comenta Téo Ruiz, diretor geral da Feira.


Certificada pelo WME com o Selo IGUAL, de comprometimento com a equidade de gênero, a FIMS busca reunir artistas, produtores, trabalhadores do music business e interessados em entrar neste que é um dos mercados em ascensão no Brasil. Novos números da Federação Internacional da Indústria Fonográfica mostraram o crescimento de mais de 32% no Brasil com grande foco em streaming. As receitas provenientes das plataformas representaram 85,9% do mercado sul-americano, um dos maiores do mundo.


“A FIMS se propõe a criar pontes entre os artistas e os principais programadores e festivais não só do Brasil, mas também da América Latina e da Europa. Estar presente no evento, mesmo que não seja com um showcase, pode gerar negócios, mas além disso, mostra para esses programadores amadurecimento e profissionalismo, que pode render shows e projetos futuros no cenário nacional”, complementa Ruiz.



Programação Completa:

Dia 2/11

Painel 1 - Abertura: como podemos pensar uma feira de música no sul? - 14h

Painel 2 - Bookers: como encontrar, como contratar - 15h

Showcases - 16h30 as 18h20


Workshop 1 - das 14.30 às 16h - Masterclass - Rádio Cafuné: música non stop no Zoom 24/7

Workshop 2 - das 17 às 18.30h - Monique Evelle (Inventivos)


Recepção de convidados e exibição de Videoclipes - Cine Passeio (Terraço) - 18.30 às 21h


Circuito oFF

Camaleão - 21h30

Showcases noturnos - 22h


Dia 3/11

Painel 3 - O rap e as periferias no centro do debate - 14h

Rodadas de networking - 15h30

Showcases - 18h às 20.30h


Workshop 3 - das 13.30 às 15h - Workshop - Do ABC ao Streaming

Workshop 4 - das 16 às 17.30h - O potencial da união entre games e música


Circuito oFF

Caiçara - 20h30

Showcase noturno - 21h

Porão - 23h

Showcase noturno - 23h30


Dia 4/11

Painel 4 - O que viraliza antes: a música ou o Tiktok? - 14h

Matchs qualificados - 15h30


Showcases - 18 às 20.30h


Workshop 5 - das 14.30 às 16h - Ableton Live além dos loops

Workshop 6 - das 17 às 18.30h - Leo Morel (Tratore)


Circuito oFF

Casarão Vem Aí - 20h30

Showcase noturno - 21h

Wonka - 23h

Showcase noturno - 23h30


Dia 5/11

Painel 5 - Novas iniciativas na música e seu impacto na economia criativa da cultura - 14h

Painel 6 - Parcerias público-privadas na música - 15h

Painel 7 - Os efeitos da pandemia no cenário musical curitibano - 16h

Painel 8 - Abrafin - Para onde caminham as feiras e festivais neste momento pós-pandêmico - 16h30


Showcases - 18 às 20.30h


Circuito oFF

Festa de encerramento - Treze de Maio

Entre 21h e 2h


Dia 6/11

Ressaca FIMS Folia - 15h30