• Guilherme Moro

Entrevista: Vencedor do The Voice 2021, Giuliano Eriston lança seu álbum de estreia

Giuliano Eriston, vencedor da 10ª edição do The Voice Brasil, lança seu álbum de estreia, “Universo em Si”, que traz as colaborações de Mariana Aydar, Pretinho da Serrinha, Carlos Malta e Kassin. O disco é uma coleção de 14 musicas autorais do cantor que passeiam por suas inpirações em ritmos brasileiros como MPB, forró, xote, chacarera e outros.



O trabalho foi lançado nesta sexta-feira (30) pela Universal Music e marca o início da discografia do talentoso cantor e compositor.


"Eram músicas que já tinha guardadas há um tempo. Eu não sou um compositor que trabalha todos os dias, então o número de composições que eu tinha para apresentar não era muito maior do que as que realmente entraram no disco. Elas não tinham um conceito por trás no início, mas a minha maneira de compor sempre foi muito criteriosa. Eu sempre busquei uma ideia de música que me tocasse. São músicas que falam de situações diferentes e com estilos diferentes. Existe essa busca pela sofisticação, mas sem parecer tão complexo. Existe um cuidado com as palavras: ser acessível, mas ao mesmo tempo não ser tão simplório".


Giuliano se consagrou campeão pelo time de Michel Teló, alcançando a aprovação de 33.98% dos votos. Em todas as suas apresentações no programa, o cantor optou por um repertório genuinamente brasileiro, uma escolha pautada na sua experiência pessoal e em um desejo legítimo de mostrar a riqueza da música nacional.


Ao lado de Mariana, Giuliano apresenta seu novo single autoral, “Devagar”, que traz o estilo único da cantora, de suas interpretações únicas e arranjos inovadores. A canção é um xote, ritmo nordestino que traz uma atmosfera tranquila e uma letra que convida o ouvinte a se conectar com a necessidade de se desapegar do controle, sentir o presente e levar a vida mais lentamente.



"Eu tive a assistência do grande Kassin, que foi produtor do disco, e ele é um cara que tem essa busca por soar bem, independente da dificuldade. Chegamos a essa ideia muito graças a ele. Eu já tocava essas músicas há um tempo e eu já experimentava algumas coisas que já estavam na minha cabeça. Eu tive a "cara de pau" de me colocar como arranjador do disco. Antes mesmo do The Voice, eu já tive algumas experiências como arranjador", afirma o músico


Nascido em Bela Cruz, no interior do Ceará, Giuliano Eriston é cantor, compositor e multi-instrumentista versátil que, desde cedo, teve contato com diversos estilos musicais, o que se refletiu em sua capacidade inata de improvisação.


Apesar de tanto tempo de ter 14 anos de música, somente agora o artista est´´a lançando oseu primeiro álbum, prova de que a busca por aprimoramento e conhecimento levaram Giuliano a desenvolver uma personalidade artística própria, que se relaciona a diversas fontes de expressão musical e visões de mundo, o que transparece a riqueza de experiências de sua caminhada e em uma busca por sintetizar a caótica diversidade cultural, a qual a vida contemporânea expõe a todos.


Em ascenção, Giuliano procura não deixar se levar pela expectativa do grande público em torno de seu trabalho.



"Existe uma expectativa das pessoas. As vezes isso me afeta, por pensar que eu não esteja suprindo a expectativa das pessoas, porque a gente precisa dessa conexão com os fãs e admiradores. Viver esse sonho com eles mesmo. Ao mesm tempo, eu penso que não dá para ficar a merce dissse. A vida é muito complexa e isso pra mim é muito novo. Não dá pra eu me exigir tanto e achar que eu já sei exatamente o que eu tenho que fazer. Eu acabo oscilando, porque as vezes me afeta e em outras eu aceito".


As redes sociais exigem que os artistas criem um vinculo mais forte como o público que os acompanha. Giuliano admite que ainda está na fase de transição e ainda se acostumando com essa realidade.


"Eu aprendendo a me expor. Antes do programa, eu postava quase uma foto por ano. Eu não tinha essa constância nas redes sociais e principalmente o costume de mostrar a minha vida pessoal. Eu estou entendendo que as pessoas querem participar desse sonho e entendendo quem de fato eu sou. O desafio é definir os valores, porque, enquanto anônimo, você tem o direito de pode transitar sobre seus valores e ir testando coisas. Já como figura pública, o seu impacto é maior. É preciso ter certeza do que está se falando.