top of page
  • Guilherme Moro

Entrevista: Meu Funeral ousa e lança single com Tati Quebra Barraco

Ousadia: essa é a palavra que define o novo lançamento da banda Meu Funeral. Os cariocas pretendem revolucionar a maneira com que é feito o punk rock no Brasil e pra isso lançaram, no último dia 13, o single “Dançar”, com a participação de Tati Quebra Barraco. Exatamente, você não leu errado. O inusitado feat, a princípio pode causar estranheza, mas na prática a química entre a banda e a cantora funciona muito bem.

“Essa música fala de dançar e a gente teve essa ideia de procurar uma pessoa que tivesse uma relação maior com a música e o primeiro nome que surgiu foi o da Tati. Foi muito natural, tudo muito fluído”, comenta Luquita, vocalista da banda.

Foto: Juliana Ramos

O grupo lançou anteriormente músicas com um cunho mais sério e contestador e agora chegam com um novo single cheio de irreverência e muito rock and roll.

“A gente veio com um movimento contestador de uma forma mais direta e agora lançamos essa música que é mais divertida e acho que precisamos disso. É uma coisa importante a gente valorizar a diversão e a dança em um momento tenso como esse”, relata o baixista, Dan.

Tati Quebra Barraco foi uma das funkeiras de maior sucesso na década da 90 e até hoje é uma grande influência no gênero. Ela comentou sobre a experiência de gravar um rock and roll ao lado dos meninos da Meu Funeral:


“Nunca tinha feito algo parecido. Foi um desafio. Minha pegada é funk, mas sempre quero renovar a minha carreira. Aceitei de imediato. Eu achei que, de repente, eu não ia conseguir, mas dei conta. Veio um friozinho na barriga, mas que logo foi embora”.

Já há algum tempo o rock perdeu o espaço na grande mídia. O baixista Dan comentou sobre esse momento do gênero e apontou o que precisa ser mudado:

"O rock está muito burocrático e careta. Perdeu todo seu espaço no mainstream. Tá rolando um movimento do pop punk muito interessante e acho que a gente tem que se juntar com o pagode, com o funk, sem preconceitos e sem caretice”.



bottom of page