• Guilherme Moro

Entrevista: Léo Santana aposta no álbum "GG Astral" para balançar o verão

O cantor Léo Santana lançou nesta sexta, 14 de janeiro, em todas as plataformas digitais, o álbum “GG ASTRAL”, com dez singles, sendo oito músicas inéditas, mais os hits “Destampei” e “Revoada”, que já estão entre as mais executadas nas rádios e vêm fazendo sucesso nas playlists da galera.



O GG acumula sucessos em sua trajetória profissional desde os tempos de Parangolé. O artista embala os verões brasileiros com grande hits e com este novo álbum não será diferente. Duas das canções inéditas vêm com clipes exclusivos: uma é a música “Toma”, que tem participação mais do que especial da cantora Ludmilla. Os clipes das demais canções serão lançados semanalmente no canal oficial do cantor no YouTube.


"A música que eu vejo com mais cara de carnaval, que é bem dançante, é 'Eu Tô Colocando', mas a que eu acho que mais vai viralizar em termos de visualizações e streamings é "Toma", com a participação da Lud, que ainda me deu 10% da música, que foi composta por ela. Nada mal (risos)", comentou Léo em coletiva de imprensa.



Questionado pela equipe do Blog Música Boa sobre como lida com a pressão de ter que lançar um hit todos os anos, Léo disse: "Na verdade é durante o ano inteiro. Automaticamente nós nos pressionamos. A equipe o tempo todo diz que precisamos acertar uma música, independentemente se as pessoas criam expectativas ou não. Eu sou um cara muito chato em termos de trabalho. Minha equipe pode falar sobre isso mais que eu. Eu pego no pé, eu brigo, as vezes sou ignorante, mas é tudo por uma boa causa. Eu sou 100% envolvido em tudo que envolve a minha carreira musical. Sempre quero o melhor. Claro que a gente não vai acertar o tempo todo, mas a intenção e o intuito são de que todas as músicas caiam na boca do povo. As vezes o nosso trabalho é meio frustrante ou egoísta, não sei se essas são as palavras, porque muitas vezes nos dedicamos muito para o projeto e o povo acaba não gostando. Isso é em qualquer trabalho, mas na música isso frustra mais porque você imagina que o resultado vai ser incrível e acaba não sendo. Temos que ir pra outro, porque aquele trabalho que você já não serve mais e assim sucessivamente. Essa pressão vem da gente desde sempre. Eu sentia muita pressão de fãs e colaboradores há uns seis anos. Quando a maturidade chegou eu tive a liberdade de apostar no que eu acredito, claro que em prol dos fãs e das pessoas que curtem nosso trabalho", afirma o artista.


"GG Astral" é o oitavo álbum da carreira de Léo Santana, sendo o sexto gravado ao vivo. O trabalho conta com dez faixas e além da participação de Ludmilla, o soteropolitano convidou Wesley Safadão para participar da música "Revoada", que já é um estouro.


Foto: Saulo Brandão

O álbum traz músicas totalmente dançantes e pra cima, uma mistura de ritmos com batida marcante e suingue contagiante, no melhor estilo Léo Santana de ser.


"Como em todos os meus trabalhos, trouxe compositores de todos os lugares. São amigos de longa data. O próprio Digo (Rodrigo Martins), que é um artista de Salvador e compositor de 'Contatinho', Breno Casagrande, um dos maiores compositores do país e também demos voz à compositores iniciantes, como Luciano Chaves, Rafinha RSQ, que também é diretor e produtor musical do projeto. Reunimos esses compositores exclusivamente pra compor pra esse projeto de Léo Santana, assim como outros artistas fazem".


Essa é a segunda vez que Ludmilla e Léo se encontram para a gravação de uma faixa. Em 2019 eles lançaram o hit "Invocada", que se tornou um dos maiores sucessos de ambos. Mais um motivo para apostar que "Toma" será um dos grandes hits de "GG Astral".


"Eu e Lud já éramos amigos antes mesmo de 'Invocada'. Eu não queria gravar essa música de jeito nenhum. Não conseguir abraçar ela (risos). Ela acreditou o tempo todo na música. Gravamos e deu no que deu. Nossa amizade só se fortaleceu. Já fiz show no aniversário dela. É algo além dos palcos e além do profissional. Isso é algo cada vez mais raro atualmente, vocês nem fazem ideia", diz Léo.


Léo Santana e Ludmilla (Foto: Saulo Brandão)