top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Entrevista: Júlia Linhares leva sotaque carioca para o sertanejo e celebra ascenção de nova faixa

Júlia Linhares é uma das gratas surpresas do mercado sertanejo dos últimos anos. Carioca, a artista vem comemorando o sucesso da faixa “Trouxa Mesmo”, ao lado de Adriano Rhod, que já está disponível em todas as plataformas digitais e no YouTube. A faixa abriu os lançamentos do seu segundo DVD de carreira, ainda sem nome definido e registrado em Goiânia, GO, dentro da Imperial.



"'Trouxa Mesmo' eu recebi através do meu empresário, com que monto o repertório de meus trabalhos, e logo pensei no Adriano, porque é uma música que super combina com ele. É uma canção chiclete e as pessoas se identificam. Tivemos um retorno muito legal e agora, para engajar ainda mais, faremos algumas campanhas em rádios do interior de São Paulo".


A cantora já havia alcançado relevância com a faixa "Sabonete de Motel", regravação que alcança quase um milhão de visualizações somente no YouTube. Ela iniciou sua trajetória cantando em barzinhos do Rio de Janeiro e tem Ana Carolina e Marília Mendonça como grandes inspirações para o seu trabalho.


Os mais de 300 mil seguidores que possuem no Instagram provam que a artista possui um público, que além de ser grande, é engajado e de fato consome os trabalhos lançados, o que também resulta no alto índice de visualizações conseguidas de forma orgânica em seu canal do YouTube.


"Eu procuro trazer, além do trabalho na internet, o contato presencial com o público, mesmo em shows pequenos. Eu sempre procuro atender a todos e me aproximar das pessoas que me consomem. Os meus fãs consomem minhas músicas e vão aos meus shows. Eles são realmente muito fieis. Isso faz toda diferença", afirma.



O Rio de Janeiro é o estado que consolida artistas musicais para o Brasil. O estado, principalmente a capital, nunca foi grande consumidor do gênero sertanejo e por isso é difícil encontrar artistas que cantam o estilo e que são cariocas


"Meu pai sempre consumiu muito sertanejo, então desde novinha eu cresci ouvindo. De fato, no Rio de Janeiro não existe essa cultura, mas hoje já é possível encontrar casas voltadas para o sertanejo por lá. Eu trago o meu sotaque e o meu jeito meio diferente e carioca. Acho isso muito importante".


Com produção musical de Felipe Pasoli e produção de vídeo da Calango filmes, o projeto irá trazer outras duas canções inéditas e duas regravações do último audiovisual, são elas: “Recaída Preferida” e “Sabonete de Motel”. Além disso Júlia tem a participação do cantor Paulo Pires, que, em breve, será anunciada.


"É um projeto que vem de um jeito diferente: um pouco mais moderno, pra cima e animado. As pessoas vão gostar muito, pode ter certeza", finaliza".


留言


bottom of page