top of page
  • Guilherme Moro

Entrevista: Guga Nandes lança VOL. 2 de álbum ao vivo e comemora feat com Péricles

Guga Nandes vem despontando como um dos principais nomes do pagode já há algum tempo. Representante de uma ótima geração, o artista lançou nesta sexta-feira (21), o segundo volume do projeto “No seu tempo”, gravado no Rio de Janeiro.



Com 7 faixas, o álbum é uma virada de chave na carreira do cantor, que contou com a participação ilustre de Perícles, na faixa "Mira Certeira", um dos maiores nomes da história do samba e do pagode.


"Esse feat surgiu através de um contato que tive com o Perícles em uma live que ele estava fazendo no Instagram. Eu estava acompanhando como um fã e de repente ele viu que eu estava presente e começou a cantar uma música minha. Fiquei extremamente surpreso. Foi então que chamei ele para participei para participar da música através de uma mensagem", comenta o artista.



As suas canções e os clipes gravados no show ao vivo comprovam que a energia é contagiante, fazendo todo mundo cantar e se divertir. Desta vez, o cantor apresenta ao público versões ao vivo de canções que já são sucesso em sua carreira, como “Presentinho” e um pout-pourri com “Birrinha” e “Boca favorita”. Além das canções “Tem tudo a ver”, “Perfeição”, “8 ou 80” e “Mira certeira”.


"É um projeto que me leva para um lado mais maduro, já que minhas músicas tinham um teor mais infantil. Então acredito que esse álbum tem uma outra concepção. É para uma galera que curte estar na rua, curtir um pagode e tem um som muito urbano mesmo".


Membro do casting da Universal Music, Guga está fazendo barulho e é uma das grandes apostas da gravadora para os próximos anos. Ele falou sobre a responsabilidade de ter um time inteiro cuidando de sua carreira.


"É algo muito grande. Eu sempre imaginei que algo fosse acontecer comigo, mas nada tão grandioso como agora. Comecei do zero e hoje poder contar com grandes participações em músicas da minha carreira e com profissionais incríveis, é a certeza de que estamos plantando e colhendo ótimas coisas. A construção de um artista autoral leva mais tempo, mas a consilidação é muito mais sólida.


O pagode se popularizou na década de 90 e até hoje tem diversos fãs espalhados pelo Brasil. Guga comentou sobre a evolução de estrutura e público que envolveu o gênero musical nos últimos 30 anos.


"São novos tempos. É uma nova maneira de se comunicar e do público assimilar as ideias. Antigamente as letras eram mais literais e com palavras mais difíceis de se entender. Hoje é algo mais atual, com expressões de agora e é justamente esse o diferencial do pagode contemporâneo e do que estamos fazendo atualmente: a linguagem".



bottom of page