• Guilherme Moro

Entrevista com Gustavo Mioto: "Eu odeio tocar sem público. Me sinto incompleto"

Mostrando maturidade musical e cada vez mais confiança em seu repertório, Gustavo Mioto apresenta o álbum “Inconfundível”, o quarto DVD de sua carreira e o primeiro somente com músicas inéditas a sair pela Universal Music. O artista completa dez anos de carreira no ano que vem e apresenta neste novo trabalho músicas com muitas influências de artistas internacionais.


“Nesse disco novo trouxemos uma música piano e voz, que é ‘Não Tô Chorando Não’. É uma canção muito especial. Na música ‘Geladeira’ eu tive algumas referências de Ed Sheeran, The Wekeend e Imagine Dragons. Coloquei algumas guitarras nela, é uma música que tem uma vibe mais pesada. Ela fala sobre alguém que não superou um término. É uma música sofrida, porém pesada”, comentou.



O DVD “Inconfundível” foi gravado sem público, no início de junho, no Espaço das Américas, uma das maiores casas de shows de São Paulo. Gustavo Mioto apresenta um gigantesco projeto que levará o público a uma imersão e interatividade com a música. O cenário, que teve como inspiração alguns projetos internacionais, traz uma grande estrutura de painel de LED para a iluminação e vídeos que se revelam a cada letra e melodia, em um momento único.


“Fazer a gravação sem os fãs foi horrível, tenebroso. Eu odeio tocar sem público. Eu me sinto incompleto. Essa troca de energia é minha terapia, é onde eu extravaso. Não ter o público atrapalhou até na hora de escolher o primeiro single do álbum. Quando gravamos ‘Com Ou Sem Mim’, só pela reação do público já dava pra perceber que tinha que ser ela. Neste trabalho não tivemos isso”.


O projeto conta com nove faixas inéditas: “Não Parei de Sofrer”, “Não Usa Ele Não”, “Ciúme”, “Não Tô Chorando Não”, “Dói”, “Final Definitivo”, “Chocolate”, “Geladeira” e “Restrição sentimental”, esta última com a participação especial de Marília Mendonça e em menos de 24 horas ultrapassa um milhão de visualizações no YouTube.



“Tínhamos um prazo curto e uma equipe menor para finalizar esse projeto. Passei cinco noites viradas em Santa Catarina para produzir esse disco com o meu produtor. No dia da gravação trabalhamos com equipe reduzida. Todas as músicas foram gravadas duas vezes ou mais. Ter a Marilia, que é uma grande amiga e sempre apoiou a nossa carreira, em um projeto que é tão especial é muito gratificante. Estávamos esperando a hora certa para amarrar esse momento, que agora aconteceu. Espero que a galera goste”, conta Gustavo.”.


Gustavo Mioto é nome constante entre os artistas mais ouvidos das rádios e aplicativos de streaming. Ele acumula números de expressão, como 2.5 bilhões de visualizações que aparecem em seu canal oficial no YouTube. Nascido na cidade de Votuporanga, no interior de São Paulo, Gustavo começou a tocar violão aos seis anos de idade e, de lá para cá, nunca mais parou. O cantor, que já recebeu Certificados Múltiplos de Platina por seus

hits “Impressionando os Anjos”, “Anti-Amor” e “Coladinha em Mim”, segue

cativando o público por todos os cantos do país.


“O nome 'Inconfundível' surgiu da ideia do sonho que eu tinha de a galera me conhecer pelas minhas características tanto cantando, quanto escrevendo Esse disco, tanto pela produção, quanto pelo papo, acho que conseguimos buscar esse caminho. Sempre quando lanço um disco eu já estou preocupado com o próximo. Fico pensando como posso sair da mesmice. É sempre bom fazer as mesmas coisas, mas de um jeito diferente”.