top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Ed Sheeran anuncia o lançamento do seu novo álbum

Ed Sheeran anunciou a data de lançamento de “-” (Subtract) para o dia de 5 de maio pela Asylum/Atlantic via Warner Music Brasil. Este será um álbum que revisita as raízes do cantor e compositor, e que foi escrito em um cenário de luto e esperança pessoal. “-” (Subtract) apresenta uma das maiores estrelas do planeta em seu estado mais vulnerável e honesto, sendo o último em sua era de álbuns matemáticos que durou uma década.


Ed Sheeran estourou no cenário musical do Reino Unido em 2011 com seu álbum de estreia “+”. Estabelecendo-se rapidamente como um artista que fez história, seguiu com “x”, “÷”, “No.6 Collaborations Project” e “=”, um catálogo que fez Sheeran se tornar uma das maiores histórias de sucesso musical do mundo no século 21.


Créditos da Imagem: Annie Leibovitz

O novo álbum é o resultado do artista ultrapassando os limites de sua arte musical ao entregar as composições mais profundas de sua carreira. Juntando-se a Aaron Dessner (The National) na composição e produção, começaram a criar o álbum em fevereiro do ano passado. Escrevendo mais de 30 músicas durante o período de um mês que passou no estúdio, as quatorze faixas do projeto são perfeitamente unidas por uma produção requintada de texturas de tendência folk a arranjos orquestrais.


Nas palavras do próprio Ed - “Eu estive trabalhando no Subtract por uma década, tentando esculpir o álbum acústico perfeito, escrevendo e gravando centenas de músicas com uma visão clara do que eu achava que deveria ser. Então, no início de 2022, uma série de eventos mudou minha vida, minha saúde mental e, finalmente, a maneira como eu via música e arte.

Escrever músicas é minha terapia. Isso me ajuda a dar sentido aos meus sentimentos. Escrevi sem pensar quais seriam as músicas, apenas escrevi o que quer que fosse. E em pouco mais de uma semana, substituí o trabalho de uma década pelos meus pensamentos mais sombrios e profundos. No espaço de um mês, minha esposa grávida foi informada de que tinha um tumor, sem tratamento até depois do parto. Meu melhor amigo Jamal, um irmão para mim, morreu repentinamente e me vi no tribunal defendendo minha integridade e carreira como compositor. Eu estava em uma espiral de medo, depressão e ansiedade.

Eu senti como se estivesse me afogando, com a cabeça abaixo da superfície, olhando para cima, mas sem conseguir respirar. Como artista, não sentia que poderia colocar no mundo um corpo de trabalho que não representasse com precisão onde estou e como preciso me expressar neste momento da minha vida. Este álbum é puramente isso. É abrir o alçapão da minha alma. Pela primeira vez, não estou tentando criar um álbum que as pessoas gostem, estou apenas lançando algo que é honesto e verdadeiro para onde estou em minha vida adulta. Esta é a anotação do diário de fevereiro passado e minha maneira de entendê-la. Isso é ‘Subtract’."


コメント


bottom of page