top of page
  • Guilherme Moro

DNSM lança provocador lyric video “Dormente”

A veia política e contestadora da banda DNSM pulsa forte no lyric video “Dormente”, tradução visual de uma canção abertamente contra o atual governo brasileiro. A reflexão sobre questões humanas e sociais está presente em todo o EP “Despertar”, lançado recentemente pelo grupo paulistano, dialogando sobre temas atuais sob o viés do rock, sintetizadores e música brasileira.





O vídeo é assinado por Handel Meireles, que também é o responsável por todos os lyric videos da DNSM. O visual provocador explora cores fortes e elementos como gados e camisas da seleção brasileira para remeter ao grupo no poder atualmente. “Dormente” é o encerramento do trabalho em clima de synthpop oitentista, deixando um alerta de que, mesmo após o despertar, é possível que alguém tente nos aprisionar.


Depois dos dois primeiros EPs, “O Sistema” e “Soma”, em 2022 DNSM completou sua trilogia de estreia com o EP “Despertar”. O projeto conceitual foi uma ambiciosa empreitada da banda, que dividiu as canções em álbuns temáticos. O primeiro, “O Sistema”, trouxe composições que debatem o controle dos indivíduos; já no segundo, “Soma”, o título entrega um paralelo com a droga utilizada no livro “Admirável Mundo Novo”, uma fuga das pressões do sistema. Por fim, “Despertar” é a libertação das amarras anteriores, em um clima mais otimista.


Crédito: Ishihara Marques

O debate de temas políticos e sociais sempre moveu a sonoridade DNSM. Formada em 2018, as influências da banda vão de Depeche Mode a Secos e Molhados, Mutantes a Chemical Brothers. Entre guitarras, vocais e synths, os integrantes JJ Zen, Deborah, Mr. Rocha e Hypernoise prezam pelo minimalismo e constroem suas melodias atmosféricas acompanhadas de letras onde assuntos como o consumismo em excesso e as desigualdades sociais ajudam a construir a narrativa.


Agora, DNSM está em um novo capítulo de sua trajetória. O lyric video de “Dormente” encerra os trabalhos do EP em sintonia com os princípios da banda e traz uma reflexão necessária em 2022.


bottom of page