top of page
  • Guilherme Moro

Destaque da MPB, Cadu de Andrade se prepara para lançar novo álbum

Cantor, compositor e poeta, Cadu de Andrade soma inúmeros talentos. Seu mais novo projeto “Há de Surgir” prova isso com simplicidade e leveza. Com 12 faixas, o álbum foi gravado e mixado em Belo Horizonte/MG, no formato piano e voz, e masterizado nos Estados Unidos, em Nova York. “O título desse álbum traduz muito da oportunidade e da fé de que algo pode de fato surgir, algo novo, forte, bem amarrado, firme, uma nova onda, direção, uma chance!”, explica Cadu.



As canções têm co-parceria com o compositor e pianista Murilo Barbosa - com exceção de “Te conheço”, composta somente por Cadu -, além de produção musical de Barbosa e do próprio artista, que compôs e idealizou cada faixa. “Eu tenho a impressão de que algo muito fácil me faz compreender o que eu preciso fazer em cada música e eu faço. Depois eu vejo o que posso melhorar, mas se eu gostar da canção eu não penso em muita coisa não, ela fala sempre mais alto e eu respeito muito tudo isso, todo o processo.”, adiciona ele.


O cantor afirma que sempre se sentiu muito atraído por um projeto como esse, mas nunca imaginou que seria um disco autoral, “É um trabalho cru, uma voz e um piano: Eu adoro pensar que tudo está ali, sem adornos ou firulas. Eu adoro o álbum. Poder viajar, e fazer com o que estas canções cheguem para um público maior seria um presente daqueles”.


“Eu tenho orgulho de saber cantar, e de poder cantar principalmente. Só que agora o cantor trabalha para seu o compositor em primeiro lugar. Mas eu gosto de música, então o cantor e o intérprete sempre estarão em mim!”, complementa o artista.


Cadu de Andrade, nascido em Belo Horizonte/MG, começou seus estudos de canto após ter pensado em outras vertentes artísticas, como tocar piano e dançar balé. Trabalhou com artes plásticas, argila, fotografia e desenho. Estava cursando jornalismo quando a vontade de aprender mais sobre o canto surgiu, deixou a faculdade e iniciou os estudos. Segundo ele, após começar, percebeu que havia achado seu lugar no mundo.


Créditos: Carlos Hauck

Ele lançou o álbum “Holofotes”, depois o “Comportamento Geral” e, em seguida, o primeiro autoral, “Não Me Acendo Só”, que aconteceu bem na Alemanha, Portugal e França, além de fazer uma homenagem ao cinema nacional com o álbum “Cine Brasil” sobre as trilhas expressivas do cinema, lançado no festival de Shanghai, na China. Posteriormente, Cadu começou a participar de festivais, shows com cunho autoral e residências artísticas.


Também foi coach musical da cantora e apresentadora, Faa Morena. Além de ser diretor geral no “Faa Canções”, um projeto audiovisual de regravações, que marca a nova fase de Faa na carreira como cantora.


Agora, o artista se prepara para lançar o novo álbum, pela Warner Music. “Esse projeto foi a primeira escolha da Warner por ser um álbum diferente na sua sonoridade, só o piano e eu. Mas estou animado por ter um álbum muito lindo que já está pronto e que virá em seguida.”, declara ele.

bottom of page