top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Daft Punk lança "Random Access Memories 10th Anniversary Edition"

Após o lançamento de “The Writing of Fragments of Time” e “GLBTM (Studio Outtakes)”, Daft Punk revela “Random Access Memories 10th Anniversary Edition”, uma edição comemorativa expandida de seu último álbum icônico, vencedor de 5 Grammys e 2x Platina.


Com 35 minutos de músicas inéditas, distribuídos em 9 faixas, Daft Punk compartilha, pela primeira vez, outtakes, demos e músicas inéditas das gravações originais de “Random Access Memories”.



“Infinity Repeating (2013 Demo)” foi gravado há dez anos, durante as sessões de “Random Access Memories”, no Conway Recording Studios, em Los Angeles e no Electric Lady Studios, em Nova York. A faixa foi criada antes de “Instant Crush”, outra colaboração certificada como platina pela RIAA, da dobradinha entre Daft Punk e Julian Casablancas, que se tornou uma das favoritas dos fãs no álbum original. Apelidada de “a última música do Daft Punk de todos os tempos”, “Infinity Repeating (2013 Demo)” tem uma atmosfera sonhadora, etérea e jazzística. Casablancas diz que a faixa é “um pouco mais estranha e mais jazz moderna, em termos de acordes, do que as outras do disco. Ela apenas aumenta como um padrão - é um ciclo de quatro semitons subindo repetidamente. Eu queria que Stevie Wonder cantasse. De alguma forma, também tem vibrações de verão... é adorável e bizarro, como um humano. E como um humano, obcecado com o infinito e constantemente cometendo os mesmos erros e movimentos”.


Ontem à noite, o vídeo de “Infinity Repeating (2013 Demo)”, com Julian Casablancas e The Voidz, foi lançado em um evento único, no Centre Pompidou, em Paris. Dirigido por Warren Fu, colaborador de longa data do Daft Punk, o vídeo apresenta um ciclo de caminhada, contínuo e em evolução, como uma metáfora aberta. É também uma colaboração entre três estúdios de animação (Picnic Studios - Londres, H5 Studio - Paris e Light Studios - Paris), com especialidades distintas para criar o vídeo one shot. O desafio era integrar perfeitamente o trabalho de cada estúdio para criar uma obra de arte singular. Ver o trabalho um do outro não apenas inspirou e desafiou os artistas, mas também criou um senso de comunidade ao criar algo especial.


Fu diz: “Este projeto é especialmente querido para mim, não apenas porque fui o amigo em comum que apresentou Julian a Guy Man e Thomas, mas também é o videoclipe final de Daft Punk. Como muitas das músicas seguindo o estilo robô, eu queria criar algo simples e hipnótico na superfície, que revelasse mais ao ouvir e assistir repetidamente”.


Para comemorar o aniversário e o lançamento do álbum, o AR Studio do Snapchat criou “Daft Punk: Memories Unlocked”, uma série de experiências de realidade aumentada nunca antes vistas para fãs de todo o mundo. A experiência de três partes abrange uma ação personalizada de “Horizon”, uma caça ao tesouro global em 10 cidades ao redor do mundo, em locais icônicos observados por suas coordenadas de GPS em Paris, Nova York, Los Angeles, Cidade do México, Sydney, Londres, Liverpool, Berlim e Brasil, que contém uma experiência exclusiva via código QR.


Dez anos após seu lançamento, “Random Access Memories” continua a atrair fãs. As novas certificações da RIAA incluem 2x platina para o álbum e uma série de singles: “Doin 'It Right” feat. Panda Bear, certificada ouro, “Get Lucky”, 8x platina, “Instant Crush” feat. Julian Casablancas, com platina e “Lose Yourself to Dance” feat. Pharrell Williams, também com platina.

Comments


bottom of page