top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

Cantor e compositor Bastoos fala sobre o feedback da versão acústica de "The Emperor"

Há quase um mês do lançamento, “The Emperor” versão acústica, do cantor e compositor Bastoos, ainda tem tocado o público com sua vulnerabilidade ao falar de relacionamentos abusivos. A versão original da música, apresentou uma força e intensidade, mas a versão acústica proporcionou que o público recebesse a mensagem de outra forma. Ambas já estão disponíveis nas plataformas digitais.


Cantando suas experiências e falando sobre assuntos delicados, Bastoos traz em seu mais recente lançamento os relacionamentos abusivos e, mais que isso, o processo de cura e retomada da própria vida ao se ver livre da relação conturbada. Através do piano, o cantor encontrou o ritmo perfeito para transformar a versão original intensa de “The Emperor”, em som delicado e que transmite a vulnerabilidade da mensagem.



Segundo o cantor, o feedback do público foi especial e muito claro em relação à versão acústica da faixa. “Ver a forma como a música foi aceita, como estão se surpreendendo e se emocionando com a nova versão é mágico. Em geral as pessoas comentaram sobre a música ter chegado em outro nível, seja na simplicidade, na vulnerabilidade, na magia das sensações que ela transmite. Muitos se identificaram mais com essa versão, se sentindo mais abraçados”, afirma Bastoos.


Durante o processo de criação da versão acústica de “The Emperor”, Bastoos trouxe referências que o remetiam a um local de conforto e aconchego. Os violinos no encerramento da música, inclusive, foram inspirados na trilha sonora do filme “Da Magia à Sedução”, com “Crystal”, de Stevie Nicks.


A versão acústica de “The Emperor” elevou o som a um outro nível, fazendo com que o público nem ao menos a relacionasse com a versão original. “Muitos comentaram que não imaginavam como a música poderia ficar numa versão acústica, e o quão bonita ela soaria dessa forma. Algumas pessoas, inclusive, nem relacionaram à versão original, achando que era uma canção completamente nova. Acredito que se conectaram a uma nova camada da canção, e isso é o elemento mais importante. Eu consegui criar um caminho para guiar as pessoas à vulnerabilidade que a música pedia”, diz o cantor.


Feliz de receber o feedback positivo do público e mensagens que ressoam com as expectativas que Bastoos tinha para a nova versão, o cantor revela novos planos para a carreira ainda neste ano: “Agora é continuar construindo essa caminhada! Logo teremos mais um lançamento, a próxima música do EP, e mais uma camada desse universo que se forma, do meu universo particular, chega ao público”, conclui.



Comentarios


bottom of page