top of page
  • Foto do escritorGuilherme Moro

A ginga descontraída de Rosana Puccia em “Tá Estranho”

Em clima de carnaval e com mais um samba divertido na discografia, Rosana Puccia apresenta o novo single, “Tá Estranho”. Essa é outra ‘triceria’ de David Pasqua e do sambista Elmo Lage (Império Serrano) com a cantora, também presente em composições no álbum Outro Mundo (2022).



A letra de “Tá Estranho” brinda o absurdo, situações incomuns e a estranheza de papéis que se invertem. A ideia original de Elmo Lage imediatamente inspirou o samba de David Pasqua, e Rosana entrou arrematando versos e colocando tudo em perspectiva com a sua interpretação.


Esse jogo de não-obviedades é o que dá o tema para o videoclipe de “Tá Estranho”, onde Rosana e o parceiro musical David Pasqua trocam de função e assumem a condução de instrumentos que não fazem parte de seus cotidianos. Nas cenas, Rosana toca piano, bateria, mas não deixa de lado o microfone, enquanto Pasqua, cujo principal instrumento é o piano, dá uma palhinha na bateria e na voz.


A brincadeira com as palavras e os papéis trocados do videoclipe enfatizam o título do novo trabalho, “Tá Estranho”, sugerindo o inusitado da vida, surpresas corriqueiras que vêm para apimentar o dia a dia. Mas a conclusão é sábia: “Nada é estranho ou errado”.



No instrumental, a base de piano, baixo e bateria ganhou um groove extra com o violão e o gingado danado do pandeiro, combinação mais do que acertada para apresentar o clima da nova produção.


“Tá Estranho” abre alas para os futuros lançamentos de 2023 de Rosana Puccia e David Pasqua, que prometem um álbum de jazz duplo ainda no primeiro semestre e outras novidades.

Comments


bottom of page