• Guilherme Moro

A evolução do R&B: Isadora cria playlist que conta história do ritmo

Um dos gêneros mais versáteis da música, o R&B tem conquistado cada vez mais as novas gerações, com letras marcantes, melodias harmoniosas, e um flow sensual, misturando elementos orgânicos e eletrônicos. E uma das vozes mais promissoras do ritmo no Brasil, a cantora Isadora traz uma bagagem intensa de referências e conhecimento sobre o Rhythm and Blues, que refletem não só em suas produções, como em seus conteúdos nas redes sociais.


Assim, dessa paixão pelo estilo surge também a curiosidade de revistar a história do R&B, desde os primeiros passos, em 1980 nos Estados Unidos, ao seu período de glória na década de 1990, evolução e importância para a música. Por isso, a artista faz uma verdadeira viagem no tempo com uma playlist de 16 músicas, trazendo uma experiência única ao ouvinte. Entre os artistas estão Marvin Gaye, Janet Jackson, The Weeknd e Snoh Aalegra.


“Tenho um caso de amor pelo R&B que é antigo. Me identifico com o estilo em todas as suas vertentes e acredito fortemente no potencial de se tornar ainda mais popular. E, pra isso, temos que entender de onde veio, sua história, e foi assim que surgiu a ideia de selecionar essas músicas. Sou fã de todos os artistas, espero que as pessoas gostem das indicações e se interessem pelo ritmo”, conta.


Confira a seleção de faixas abaixo:


1 - Sexual Healing - Marvin Gaye (1982)


2 - Nasty - Janet Jackson (1986)


3 - No Scrubs - TLC (1992)


4 - I’ll Make Love to You - Boyz II Men (1994)


5 - All Night Long - Mary J (1994)


6 - Freak n You - Jodeci (1995)


7 - Me and Those Dreamin Eyes of Mine - D’Angelo (1995)


8 - Sumthin’ Sumthin’ - Maxwell (1996)


9 - Other Side of the Game - Erykah Badu (1997)


10 - Nice and Slow - Usher (1997)


11 - Ex- factor - Lauryn Hill (1998)


12 - Un-thinkable - Alicia Keys (2010)


13 - Find Someone Like You - Snoh Aalegra (2019)


14 - Escape from LA - The Weeknd (2020)


15 - Fight For You - H.e.r (2021)


16 - Leave The Door Open - Bruno Mars, Anderson Paak (2021)



Sobre Isadora

Amor, dedicação e boa dose de energia positiva definem Isadora. Do Rio de Janeiro para o mundo, a cantora de 26 anos não mede esforços para ir atrás de seus sonhos: são quase 80 milhões de streams em suas músicas, com média de 700 mil mensais, mais de 490 mil visualizações no YouTube e um repertório extenso de experiências ao longo da carreira.


Formação em canto erudito, uma incrível bagagem sobre assuntos sociais e musicais, shows com uma banda em bares e casas noturnas, participação nos programas The Voice Brasil (Rede Globo), Na Voz Delas (Canal Bis) e parcerias em hits fazem parte do conteúdo da cantora que, apesar da pouca idade, já conquista seu espaço na cena musical.


Com destaque pela interpretação e composição do sucesso “Sun Goes Down”, em parceria com o DJ e produtor Bruno Martini, em 2017, Isadora coleciona influências importantes na música, da erudita à popular. De uma família amante das artes, aos 7 anos de idade já dava os primeiros passos para a vocação. Fez parte de um coral infantil, participações em musicais e cresceu com uma educação voltada para as artes. Desde a primeira vivência na Europa, aos 11 anos, Isadora teve intenso contato com a música, dentro e fora da escola. Foi então que, na adolescência, se apaixonou pela profissão e decidiu dedicar-se inteiramente ao universo musical.


Inspirada por divas do Pop e R&B como Amy Winehouse, Whitney Houston e Beyoncè, Isadora agora dá início a uma fase de projetos inéditos e autorais, com grandes novidades para 2021. Agenciada pela SoulTime, em 2020 a cantora comemorou o lançamento de seu primeiro EP, o projeto autoral intitulado de Universo Particular, produto da gravadora Onda Musical, que conta com seis faixas inéditas e, juntas, ultrapassam os 220 mil plays. Agora, ela celebra a conclusão da primeira parte de M21 - projeto musical que dá vida ao propósito de homenagear e empoderar ainda as mulheres que lutam todos os dias por seus direitos e liberdade. As faixas em português, três autorais e três releituras, acumulam mais de 50 mil plays.